segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

permaneci (opportune tempore... in fine)



permaneci onde me deixaste
quando decidiste partir
os teus olhos já presos a outros
a tua mão já em outra mão
disseram-me que o teu coração voara
tocava agora o arco-íris
planavas num céu apetecido
e a tua fortuna
revestiu-me de felicidade


alexandra, 2004







2 comentários:

Carlos Alberto disse...

Tenho o prazer de te informar que tens uma surpresa no meu Blog, a qual te ofereço com muito gosto e simpatia.

Desejo-te entretanto um Bom Fim de Semana,
Carlos Alberto

* disse...

Obrigada, Carlos, foste muito gentil!

Beijinho,

A.